quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

DE IGUAL PARA IGUAL- Aut.-Myrtes Mathias

Bem que procurei no dicionário- uma palavra aprovada pelo vernáculo- que fosse capaz de expressar esse seu estado de alma, ou corpo, sei lá.- Mas não dá.- Isso é " curtição" no duro. - E só não completo a frase com o vocativo que voce está acosrumado a usar porque, apesar de ultrapassado, respeito não faz mal a ninguém.    Mas que voce parece um " bicho "machucado, mano, parece. - Encolhido num canto, curtindo a sua. Aí dentro não tem mais nada:    tá tudo em pedaços. - E o pior é que voce não tem pra quem contar e nem coragem de o fazer, porque esse negócio de sentimentalismo " já era ". Amor ternura sonho meiguice ? Besteira!    Lutar pra que , não é mesmo?    O que vale é a  concorrência,  o vive- hoje- que- amanhã- voce- pode- ser- convocado- para- matar- uma- pessoa - que- nunca- viu.  E eu sei o que faz voce sentir-se pior ainda:    são aquelas velhas idéias  de andar direito, não envergonhar a família.   -Sei que voce se cansou da bitola, das frases feitas, quando descobriu que eram hipócritas, que lhe ensinavam uma coisa e faziam outra: foi horrível  descobrir pessoas de " respeito" , entre-aspas,  vendendo a consciência e a palavra por um lugar de destaque ou pelo medo de perder uma posição. - Depois veio aquele negócio de sexo:  nas revistas, nos cinemas, no teatro, nas esquinas, na escola, no trabalho. - E voce foi amolecendo, amolecendo, como se sua personalidade fosse uma massa de modelar.  - Aí apareceu o amor.  - Não precisa me olhar assim.  - Eu sei que foi o amor e que poderia ter sido a sua redenção.   - Era diferente : inspirava confiança, tomou a confiança , e voce foi na onda.  - Agora " já era ". Voce taí com esse negócio danado dentro do peito,  roendo que é um inferno e que só parece melhorar quando engole uma  "bolinha"  ou leva uma " picada", mergulhando numa viagem colorida que desafia todos os  "beatos quadrados ", " bitolados" do mundo.   -Claro que nem todos podem entender voce.   - É lá dentro que tudo está em pedaços.  - Quando voce estourar que se danem. - O mundo todo vai estourar também  nessas guerras sujas de dinheiro, poder e vergonha,  que só fazem  matar uns pobres plantadores   de  arroz e jogar no vício alguns milhares de jovem que, como voce, buscam uma razão. - Os sábios ?  - Sei o que voce pensa a respeito deles: gastam milhões, queimam os cérebros e acabam por descobrir uma arma tão poderosa que pode numa fração de segundo dar cabo da civilização. - Não estou dizendo que voce não tenha razão,  mas, no momento , o que me preocupa  é esse desejo que está bem lá no fundo, essa vontade de encontrar uma saída, uma razão de ser, uma coisa capaz de dar paz e amor de verdade.  - Não.   - Não me interrompa, por favor.  - Eu sei que voce quer um  diálogo, mas estou falando em seu lugar. - Posso até repetir o que voce gostaria de dizer: - Me deixe em paz. - Não estou lhe pedindo nada , estou ? - Eu me viro. - Um infeliz a mais ou a menos  não faz diferença neste mundo podre. - Posso ler isso nos seus cabelos rebeldes, nas suas roupas, nassuas músicas, na sua atitude de desafio, nos seus olhos bonitos abertos para o nada. - E sabe porque, mano ? porque tenho minha própria experiência da fossa e curtição, do abandono e busca, de fuga e revolta. - Mas sabe, mano ? - Foi uma frase feita dessas que voce abomina, que fez dar um estalo dentro de mim. -  Eu estava quebrada, moída,  jogada fora,  buscando minha própria verdade em todas as formas de fugas que voce  conhece e pode imaginar. - Dentro de mim não existia mais nada.  - Amor ternura meiguice respeito ? " Já eram".  Só mesmo a carne, última a morrer, palpitava, jogava-me  de um paliativo para outro, sem nada resolver, porque lá dentro, onde tudo nasce, os cacos continuavam a se chocar na eterna angústia  do quero e não posso. - Mas um dia eu ouvi, li, senti, não sei : " Deus pode consertar um coração partido se lhe levarmos os pedaços." - E eu passei a pensar em Deus como um consertador de corações. - Não à moda de Barnard e Zerbini, mas para o meu caso especial, mesmo sabendo que milhões de outros enfrentam situação igual. - Como um cego que caminha em direção do fogo, guiado pelo calor, comecei a tatear em direção  da promessa. - E, então, eu conheci o filho de Deus - Jesus ! Foi a coisa mais" bacana" que  já me aconteceu. - Descobri que ele era e é, o único  Recurso que  Deus usou e usa para consertar corações. - Quanta coisa descobri a respeito dele : não ligava para riquezas, dava atenção a todo mundo, foi tentado como ninguém, traído ,apontado , desprezado , amaldiçoado. - Teve, também, o coração ferido, abandonado pelos que amava, e acabou dando uma lição de força e coragem quando aceitou a morte mais terrivel, sem queixas e sem  lamentações. - Foi aí que me apaixonei por ele. - Seu amor encheu de tal maneira o meu coração  que não precisei  mais de paliativos. - Ele consertou meu coração para enchê-lo com o seu amor. - Sabe, mano ? - Eu nasci de novo. - Pra valer, pra todo  o sempre !  - Não estou  lhe dizendo que foi fácil a mudança e que a vontade de fazer as coisas do passado não volta. - Mas agora é diferente : tenho um amigo. - E sabe lá o que é ter um Amigo de verdade? - Ter paz e amor no coração? - Mesmo quando eu escorrego sei que ele está aqui dentro, sustentando-me para que eu não caia outra vez. - Por isso é que posso falar com voce de igual para igual :  junte os pedaços do coração, todas estas dúvidas,  decepções, revoltas, angustias, anseios e coloque-os ali  aos pés de Jesus. - Entregue-lhe tudo e deixe por sua conta. - Ele continua a cumprir tudo o que prometeu : a paz e a certeza encherão a tua alma : tudo depende de uma resoluçao, de um gesto seu. - Venha. -  Ajoelhe-se comigo e contemple assim de perto o Filho de Deus, entre o céu e a terra, intercedendo por voce, pedindo ao Pai que lance ao esquecimento as  frustrações e manchas de sua alma. - Veja que preço alto Ele pagou : tão jovem, tão belo,  sangrando nos braços de uma cruz : pedindo água e recebendo vinagre, clamando por companhia e recebendo zombarias dos soldados. - Até sua roupa, vê ? - Repartiram-na  entre  si aqueles que o matam. - Seus cabelos estão  empastados  de sangue porque lhe colocaram na fronte uma coroa de espinhos. - bem que ele pediu ao Pai se não havia uma maneira mais suave para resolver os problemas da humanidade,  os nossos problemas, os seus problemas. - Mas não havia.   - Ele era e é o Único Recurso de Deus.   - E foi só por isso que ele aceitou : Por minha causa, por sua causa. - Voce pode compreender isso? - Não ? - Então não tente compreender. - Aceite simplesmente o que ele está lhe dizendo com seu gesto que é quase o princípio de um abraço : -Vem aprender de mim que sou humilde e manso. - Eu posso consertar teu coração. - Assim como estás vem ter comigo : deixei o céu para ser teu Amigo, Eu me fiz homem para ser teu Irmão.

Um comentário:

  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir